7 pessoas para acompanhar no LinkedIn que irão inspirar você a escrever mais e melhor
7 pessoas para acompanhar no LinkedIn que irão inspirar você a escrever mais e melhor

7 pessoas para acompanhar no LinkedIn que irão inspirar você a escrever mais e melhor

Começar a escrever não é uma tarefa tão fácil. Envolve encarar o medo da exposição e da rejeição, além de ter disposição para construir um hábito de escrever.

Desde que assumi o desafio de publicar artigos semanalmente como um hobby no LinkedIn, um dos maiores incentivos para continuar foi a oportunidade de acompanhar e interagir com outros usuários com objetivos similares — o clássico Networking.

Muitas vezes, nem mesmo a interação em si. Mas o simples fato de vê-los escrevendo, publicando e seguindo uma rotina minimamente parecida com a minha.

Neste artigo, decidi listar algumas dessas pessoas para que elas também possam te inspirar. E meus critérios foram extremamente simples:

  1. O usuário precisa ser ativo e publicar artigos com frequência;
  2. Precisa escrever sobre escrita ou algum tema relacionado, como storytelling e produção de conteúdo.

1. Matheus de Souza

Desde que me tornei ativo no LinkedIn, em Junho de 2018, já fiz alguns cursos e estudei bastante para melhorar meus textos e minha atividade aqui na rede.

De longe, os artigos e o curso do Matheus de Souza foram os materiais que mais me ajudaram a começar a escrever com maior frequência para o LinkedIn. E também foram fundamentais para ajudar a moldar meu estilo de escrita.

Basta comparar meus primeiros artigos com os mais recentes para você perceber a diferença nitidamente. Antes eu escrevia de uma forma bem mais burocrática e “empresarial”, mas hoje consigo dar um toque mais pessoal aos meus textos, o que é fundamental para despertar a atenção do leitor.

“Para que uma pessoa compartilhe por conta própria algum conteúdo seu ou da sua empresa, ela precisa encontrar alguma familiaridade com o conteúdo em questão. É por isso que quando alguém compartilha uma experiência pessoal no LinkedIn em forma de storytelling, por exemplo, esses conteúdos tendem a viralizar. Uma ideia familiar é mais simples de ser processada. Matheus de Souza)”

Leituras recomendadas:

2. Murillo Leal

Com o Murillo, tive lições mais práticas:

  • Você não precisa ser um gênio para escrever;
  • Escrever não é fritar salgadinhos;
  • A importância de se trabalhar e escrever com um propósito;
  • Melhor do que ter relevância é ter importância;
  • Além de várias outras.

Ele consegue escrever sobre tudo. De conselhos para relacionamentos até trabalhar com um propósito. De empreendedorismo a se cobrar demais.

O Murillo traçou como objetivo não deixar que nenhum leitor saísse de um texto dele sem algum impacto, ou sem aprender algo novo. Então, seus artigos são realmente capazes de mexer com você ou te ensinar algo novo.

” Storytelling é, sobretudo, entregar um poder real nas histórias. É uma técnica muito mais complexa e poderosa do que simplesmente criar histórias bonitinhas para caçar likes. ( Murillo Leal)”

Leituras recomendadas:

3. Eberson Terra

Eberson é o único da lista que não escreve sobre escrita com tanta frequência. Após tirar um período sabático com direito a uma experiência como nômade digital, ele publica artigos semanais focados em carreira e se tornou um verdadeiro Hitmaker, com todos seus artigos sendo compartilhados por centenas de pessoas.

Portanto, ele publica com tamanha frequência e qualidade — tanto no feed quanto nos artigos —, que seus próprios posts e artigos funcionam como excelentes objetos de estudo.

Em um dos meus artigos favoritos escritos pelo ex-diretor da Kroton, ele fala sobre a arte de escrever o que todos querem ler:

“Ouço muita gente dizer que tem receio de se aventurar na escrita, seja pelo medo do julgamento dos outros, ou por acreditar que suas experiências não são relevantes para ninguém. Ledo engano! Apesar de existirem diversos juízes por aí, tentando catequizar a internet sobre o que é conteúdo importante ou não,  cada um tem em seu coração a vontade de ler aquilo lhe faz bem, seja por um momento que esteja passando ou por suas convicções culturais e de vida. ( Eberson Terra)”

Leituras recomendadas:

4. Kaio Serrate

Como um dos 4 brasileiros selecionados para testar as séries de conteúdo do LinkedIn, Kaio fez questão de privilegiar os temas que ele já vinha escrevendo por aqui:

  • Ponto&Vírgula: A arte da escrita e da produção de conteúdo;
  • LabFazedores: Liderança e inovação para profissionais do século 21.

Recomendo fortemente que você assine as duas para acompanhar de perto todos os insights do Kaio, como esse a seguir — nos incentivando a contar histórias na plataforma:

” Todos nós temos histórias, e suas histórias certamente terão valor para outros seres humanos. Só você saberá compartilhar seus aprendizados, erros e acertos do seu modo. Cada um de nós tem um olhar único sobre as coisas. Não é preciso querer falar para todo mundo. (…) É só a internet. A rede não exige que você seja um Eça de Queiroz para compartilhar suas vivências e seu olhar sobre as coisas. Apenas comece. ( Kaio Serrate)”

Leituras recomendadas:

5. Adelane Rodrigues

A Adelane foi uma das primeiras pessoas que conheci no LinkedIn como fruto do Networking. Desde então, mantemos uma conversa que gira em torno de escrita, produção de conteúdo, sugestões de temas e feedbacks.

Como professora de Português e mestranda em Letras e Estudos de Linguagem, ela tem um domínio diferenciado da Língua Portuguesa.

Combinando esse diferencial com seus conhecimentos em Produção de Conteúdo para Web, temos como resultados artigos que realmente chamam a atenção por serem extremamente completos e de fácil leitura.

Por exemplo, veja o que Adelane tem a dizer sobre aquela velha história de esperar pela ideia de um texto genial e inédito:

Se a sua vontade é começar a escrever, planeje e comece logo, logo mesmo. A ideia genial e inédita pode demorar a surgir (…) Contudo, o novo não se manifesta apenas em criar um conteúdo nunca feito. A sua percepção e a sua experiência darão ao seu conteúdo o caráter inédito que você tanto procura. ( Adelane Rodrigues)”

Leituras recomendadas:

6. Rodnei Silva

Rodnei trabalha como copywriter freelancer de resposta direta, usando o poder das palavras com as técnicas de escrita, como faziam os grandes nomes do marketing direto americano.

Numa conversa que tive com ele por volta de Julho de 2018, ele me revelou que tinha muito medo de escrever por julgar que não o fazia bem. Recentemente, ele contou essa história em um artigo com dicas para ajudar outras pessoas que tenham medo de escrever.

Felizmente, hoje ele superou essa etapa e publica regularmente — contribuindo com várias histórias e ensinamentos, que vão desde Stephen King e Pixar até suas experiências usando o Storytelling para vender vinhos:

“Havia alguns vinhos que tinham histórias incríveis. Um deles era o vinho português Casal Garcia que trazia no rótulo a renda bordada pela senhora Garcia. (…) Quando o vinho não tinha uma história interessante, eu contava a história da uva ou contava história da sua região. Era infalível. ( Rodnei Silva)”

Leituras recomendadas:

7. Juliana Moro

Minha mais recente descoberta foi a Juliana. No começo de Fevereiro, ela entrou em contato comigo dizendo que estava prestes a lançar um desafio de incentivar a leitura e a escrita.

Para isso, ela começaria a produzir artigos para o LinkedIn. O primeiro deles, sobre os maiores mitos que nos impedem de escrever, garantiu que ela fosse bem-sucedida e atingisse seu propósito logo na estreia.

Ah, e um detalhe importante: a Juliana é estudante de Engenharia Mecânica. Ou seja, uma prova clara de que pessoas de exatas podem sim escrever muito bem e um excelente reforço para o time de engenheiros metidos a escritores aqui no LinkedIn.

“O maior mito (que te impede de escrever) é, na verdade, a maior desculpa de todas. Já parou pra pensar que você não depende de inspiração para fazer qualquer coisa no seu dia a dia? Juliana Moro)”

Leituras recomendadas:

E então, o que você achou da lista? Sentiu falta de algum nome?

Talvez eu não conheça. Fala aí nos comentários e vamos melhorar nossa rede de contatos! 🙂

Sou um escritor e produtor de conteúdo, especializado em Escrita Criativa, Storytelling e LinkedIn para Marcas Pessoais. Minhas maiores paixões sempre foram a música, o cinema e a literatura. Escrevendo textos na internet, consegui unir o melhor desses três universos, e o que era um hobby acabou me transformando em LinkedIn Top Voice e, hoje, se tornou minha profissão.

Gostou do texto? Então, compartilhe.

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

E para receber os próximos textos em sua caixa de entrada, inscreva-se na Newsletter gratuita.

Comentários